segunda-feira, março 19, 2007

Sugestão Musical - II

Antes da existência de Frippertronics existiu Terry Riley. E tal como Robert Fripp aqui está um músico e mestre do experimental cuja carreira perscruta terrenos musicais inesperados. Este disco é um exemplo dos famosos concertos "All Night Flight" de Terry Riley (concertos que tinham início às 22 horas e terminavam às 6 horas do dia seguinte!) e foi gravado no dia 22 de Março de 1968 (faz 39 anos dentro de 3 dias) em Suny, Buffalo, EUA.
A peça (e o álbum) intitula-se "Poppy Nogood and the Phantom Band". Um modo, nenhum ritmo, mexido; não sacudido. A peça (em 5 partes) possui vários deslocamentos rangendo no acumulador e diversos time-lags criando um verdadeiro jogo de espelhos. Durante a audição surgirá certamente a questão; "como conseguiu Riley controlar com tanta mestria todos os instrumentos?" (e recorde-se: estava-se em 1968, muito antes do big-bang do mundo informático). Com este álbum ganhará certamente uma grandiosa perspectiva histórica do experimentalismo musical.

4 comentários:

Klatuu o embuçado disse...

Sim, a técnica já existia, mas foi Fripp e Eno que lhe deram a importância devida e a consolidaram.

Abraço.

P. S. Ouve o «Exposure» de Fripp.

Mr_Lynch disse...

Klatuu o Embuçado;
Foi sem dúvida o Robert Fripp e o Brian Eno os precursores do Frippertronics. Neste álbum do Terry Riley apenas reconhecemos que a ideia não era nova.

Obrigado pela dica do "Exposure" que ainda não conheço. Jamais pensei apreciares este género musical.

Abraço

Vladimir disse...

Sempre em cima da evolução da música.

Mr_Lynch disse...

Vladimir;

:-)

Abraço