segunda-feira, dezembro 18, 2006

A Remarkable (Minimalist) Masterpiece

Em 2002 Philip Glass compôs a excelente banda sonora para o excelente filme "The Hours". Dois anos depois Michael Riesman (o maestro de quase todas as obras sinfónicas de Glass) e Nico Muhly estudaram as pautas e converteram as 14 obras que constituem a referida banda sonora para solo piano. Assim nasceu este extraordinário disco. O piano, executado pelo próprio Riesman, transmite todo o esplendor, toda a força, energia e emoção das peças originais. Obras como "Morning Passages", "Why Does Someone Have To Die?" ou "Escape!" estão inesquecíveis. Um disco indispensável para quem aprecia a música de Philip Glass, obrigatório para quem é fã desta banda sonora e inesquecível para quem aprecia piano. Cinco estrelas! Uma obra que irá merecer lugar cativo em qualquer discografia privada.

Imagem: DR da Orange Mountain Music

4 comentários:

SGC disse...

aha,eu já fiz um post c estecd!:Pa versão para piano ainda é mais dolorosamente bela!*

Mr_Lynch disse...

SGC (Clarissa);
O "nosso" Philip Glass é um compositor surpreendente. Sem fugir (de todo) ao minimalismo ele consegue compôr bandas sonoras incriveis. O Michael Riesman e o Nico Muhly fizeram um excelente trabalho transcrevendo este "The Hours" para piano.
*

PS: Tenho que encontrar esse teu post... Ou não me recordo dele ou passou-me despercebido... :-/

SGC disse...

Mr Lynch,
Eis o link:
http://remarkthecat.blogspot.com/2005/08/moments-of-beingcxxxviii-phil-on-film.html

Beijocas!

Mr_Lynch disse...

SGC (Clarissa);
Lido e comentado!
* (bj)