segunda-feira, agosto 21, 2006

Virginia Woolf Said...

"Nunca se sentiu tão feliz como nesse momento! Sem trocar uma palavra, tinham feito as pazes. Caminharam na direcção do lago. Foram vinte minutos de perfeita felicidade. A voz dela, o seu riso, o seu vestido (algo de flutuante, vermelho e branco), o seu sentido de humor, de aventura; ela fez com que todos desembarcassem para explorar a ilha; espantou uma galinha, riu, cantou. E durante todo esse tempo, sabia-o ele perfeitamente, Richard Dalloway estava a apaixonar-se por ela, e ela por ele; mas isso parecia não ter importância. Nada tinha importância. Sentaram-se no chão a conversar - ele e Clarissa. Percorriam sem qualquer dificuldade, a mente um do outro. E depois, num segundo, tudo acabou. Disse para si próprio ao regressarem ao barco; «Ela vai casar com este homem»; sentia-se triste, mas sem ressentimento, era óbvio. Dalloway ia casar com Clarissa."
Texto: Excerto de "Mrs. Dalloway" de Virginia Woolf traduzido por José Miguel Silva
Imagem: Esboço de "Mrs. Dalloway" de Virginia Woolf que se encontra na British Library

6 comentários:

SGC disse...

:-))))))))
(acho q n preciso de dizer mais nada,pois n?!)

****

Mr_Lynch disse...

LOL querida amiga;
Mais nada.
No entanto foste tu, que me fez ler este livro que é excelente. Agora compreendo a tua admiração pela Virginia Woof.
Bjocas, "Clarissa" **

Mª. Antonia Moreno disse...

Hola!!!
He vuelto de tu país... estuve en Lisboa, Cascais... por el sur: Albufeira, Faro, Silves, Loulé... precioso
un saludo

Mr_Lynch disse...

Hola Mª. Antonia Morena;
Espero que tenhas gostado de Portugal. Gracias pela visita e un saludo.

claudia disse...

:-)

Mr_Lynch disse...

Olá Claudia;
Estou a ver que também gostas de Virginia Woolf! ;-)
*