terça-feira, fevereiro 23, 2010

Óleo Sobre Tela (XXIX)

Oskar Kokoshkcha - Praga Nostálgica (1938)

6 comentários:

SAM disse...

Mr. Lynch,

Gosto de vir aqui. Você sempre nos traz algo de muita expressão. Atrás de uma tela, de um vídeo, da literatura, das artes, enfim, há sempre uma bela história. E, com isso, vou aprendendo, somando. Grata, amigo!

*Que alegria!!! Imensamente grata e feliz por mais este belíssimo poema deixado pelo amigo, enriquecendo a postagem de Florbela. Obrigada Mr. Lynch! Líndíssimo! Tudo flui maravilhosamente quando postamos algo de Florbela.

Florbela tem um poder....Uma magia que perdura “Ad aeternum”. Seus poemas aqui são populares até entre jovens que não “ curtem” poesias, o que a distingue neste particular. Todas as idades, todos os gostos e até para “os que não se ligam” rsrs. Um sinônimo da poesia.

Beijos, com carinho.

Ruela disse...

Belo!



Abraço.

Frankie disse...

Muito belo; não conhecia.


:)*

Cláudia I, Vetter disse...

uma beleza que funde o impactante, fato!

beijo e ótimo final de semana pra você!

DarkViolet disse...

Terei um dia d visitar essa cidade. vamos ver se é este ano:)

mdsol disse...

:))