quarta-feira, junho 10, 2009

Páginas Soltas

"Os velhotes já se tinham ido deitar. Giles dobrou o jornal e apagou a luz. Era a primeira vez durante todo o dia que os deixavam a sós, e ambos permaneceram em silêncio. Agora, sem a presença de mais ninguém, o ódio tornava-se visível; o mesmo se passava com o amor. Era necessário que brigassem antes de se deitar; depois da briga, haveria tempo para se abraçarem. Era provável que desse abraço nascesse outra vida. Mas primeiro tinham de lutar, como os cães de caça lutam com as raposas, no coração do negrume, nos campos da noite".


Texto: Excerto de "Entre os Actos" de Virginia Woolf
Imagem: Fotograma de "À ma Soeur" de Catherine Breillat

10 comentários:

SAM disse...

Muito bem escrito e muito real, amigo. Acontece de o amor numa tentativa de sobreviver vez em quando brigar, espernear . Mas sempre há o risco de se perder nas brigas, adoecer e morrer....E o ódio, por fim vencer. É preciso cautela.


Grande beijo, amigo!

Mr. Lynch disse...

SAM;
Por isso se diz que "Love is a battle field"...
Adoro a escrita da Virginia Woolf. Uma das minhas escritoras de referência.
Beijos

DarkViolet disse...

É um perigo esse tipo de jogos porque muita das vezes provoca-se a discussão no momento errado, provocando o desencadear de o cordel se partir.
P.S: Podes mandar se assim o entenderes, seria um prazer ver os cemitérios da República Checa. Se assim me deres os direitos publicarei um post dedicado a tal com as devidas referências;) Senão fica somente para mim

WOLKENGEDANKEN disse...

OLa, que prazer que voltaste, espero que a ausencia foi por motivos agradaveis :))

Eu tambem gosto da Virginia Woolf, mas como referencia sobre como viver bem uma relacao amorosa talvez nao seja a fonte de inspiracao mais positiva :))

mdsol disse...

Voltaste em cheio!

Espero que a ausência (notadíssima rsrsr) tenha sido por muito bons motivos.

:)))

Mr. Lynch disse...

DarkViolet;
Podes ver ou, se assim desejares, postar a(s) foto(s). Apenas pensei que poderia ajudar-te a aumentar e a completar a tua colecção.
:)





WOLKENGEDANKEN;
A minha ausência não foi por motivos agradáveis mas... já passou.
:)
Concordo. Virginia Woolf não fala de amores fáceis nem de amores saudáveis. Mas algumas são histórias de amor tão intensas...!





Mdsol;
Obrigado teu teu comentário. :))

Frankie disse...

Sempre agradável passar por cá :)*

vera. disse...

"Era provável que desse abraço nascesse outra vida. Mas primeiro tinham de lutar, como os cães de caça lutam com as raposas, no coração do negrume, nos campos da noite"... nada fica a acrescentar...

bettips disse...

Esta mulher escrevia tão do fundo...que só no "fundo" encontraria paz!
Deixar-nos-ia o sabor acre das suas guerras interiores. Belíssimo.

Doces são dum lugar perto de Vila Viçosa, não são os de amêndoa dos Al-garbes.
Não deixei o comentário no post acima: acho os homens nus e ao monte, inestéticos (menos os gregos, os troianos... os das pinturas, etc,). Ou no caso em que "o" tenha entre braços.
Abçs

Mr. Lynch disse...

Frankie;
:)*





Vera.;
É Virginia Woolf e está tudo dito!
:)





Bettips;
Concordo com o teu comentário à fantástica Virginia Woolf.
Abraço