quarta-feira, dezembro 27, 2006

Ensaio Sobre O Português Por Keyserling

"Keyserling atribuíra ao português uma obstinação de atitudes que não se define senão em momentos chave e que pode contradizer a rotina de uma vida inteira. No geral, ele não participa muito no fenómeno social, mas concebe-o como espectáculo, adia o compromisso, ironiza por subverter, mas não deseja modificações irreversíveis. Negoceia, pactua, envolve-se pelo sentimento nas condições mais anfibologias. Mas, de repente, já não é o cidadão solícito nem o indivíduo servil. Comete um crime ou torna-se um herói; faz tábua rasa da sua formalidade, revela-se o herege, o mação ou o homem de utopias condicionado à sua oportunidade."

Texto: "Pessoas Felizes" de Agustina Bessa-Luís
Imagem: DR

2 comentários:

Lord of Erewhon disse...

Lê Keyserling.
_____________
FIELDS OF THE NEPHILIM EXPLICADOS A MORCEGUINHOS

http://www.youtube.com/watch?v=aBVWgzDoSt0

http://www.youtube.com/watch?v=K70OSjPsWAo

http://www.youtube.com/watch?v=kFSKhRpHxqA

http://www.youtube.com/watch?v=49FsaizH9tQ

http://www.youtube.com/watch?v=KZLb-FlNhSE

http://www.youtube.com/watch?v=ErtRKdpncyk

Mr_Lynch disse...

Lord of erewhon;
Saudações.
Está registado embora a escassez monetária me impeça de momento de efectuar compras de literatura.
Feliz ano novo.
Abraço