domingo, outubro 29, 2006

Títulos da Minha Videoteca Privada

Título: Conta Comigo (Stand by Me)
Ano: 1986 (EUA)
Realização: Rob Reiner
Com: Wil Wheaton; River Phoenix; Corey Feldman; Jerry O'Connell; Kiefer Sutherland...
Descrição: Após a morte de um amigo, um escritor conta-nos a aventura em que se envolveu com mais três amigos, na sua adolescência, na busca do corpo de um garoto desaparecido.

Descrição Privada: O filme da minha vida. O melhor deste filme são os desempenhos dos actores (onde destaco River Phoenix, o meu actor favorito), a música (de época) e o argumento (a cargo de Raynold Gideon, baseado num conto de um dos meus escritores-fetiche; Stephen King). O mais fraco é a realização. Rob Reiner não nos surpreende em nada, caíndo no kish de Hollywood da realização do "típico filme americano".

13 comentários:

Klatuu o embuçado disse...

Bela escolha!

É muito interessante o teu blog, tens bom gosto e critério.

Abraço.

Mr_Lynch disse...

Klatuu o embuçado;
Apesar de pouca gente o conhecer e (atrevo-me a dizer) até ser um filme medíocre, penso que apesar de tudo "Stand by Me" merece a pena ser visualizado.

Obrigado pela tua crítica.

Abraço

Klatuu o embuçado disse...

Concordo.

(Deixei-te este Post Scriptum no meu blog)

P. S. Já agora: viste «Uma História Simples», de David Lynch?... talvez o mais metafísico e belo dos seus filmes; uma reedificação absoluta do road movie: um velhote com 73 anos faz uma viagem de 500km num cortador de relva (!) para se reconciliar com o irmão de 76 anos, gravemente doente, com quem está zangado há 10 anos (baseado numa história verídica); uma viagem pela América profunda, a rural, com planos belíssimos, que é também uma última viagem da alma pelo mundo, um périplo iniciático de preparação para a morte, uma despedida da vida, nostálgica mas nunca elegíaca. Como diz a personagem: «O pior de ser velho... é recordar que se foi jovem.»

Mr_Lynch disse...

Klatuu o embuçado;
Sim, vi o "Uma História Simples". Vi (e tenho em dvd ou vhs) quase tudo o que o Lynch realizou pós "Eraserhead". Tive que travar uma árdua batalha para conseguir o "Industrial Symphony No.1", mas valeu a pena.

Em relação a "Uma História Simples", mais uma vez o Lynch me surpreendeu. Trata-se de um filme muito diferente ao que nos habituou. A música do Angelo Badalamenti é sublime.

Agradeço a advertência
Abraço

claudia disse...

Um História Simples é um dos meus filmes preferidos!!! :-)

Mr_Lynch disse...

Claudia;
:-)
O filme mais acessível de Lynch de uma sensibilidade surpreendente e de uma limpidez de sentimentos incrível. Neste caso especifico não é necessário gostar do cinema (e do universo) de Lynch para se apreciar este filme.
*

claudia disse...

Um História Simples é uma excepção na obra dele! Recomendei-o, em tempos, a uma prof na faculdade e ela ficou reticente, direi até que recuou como se visse o Diabo em frente. Mas acalmei-a... e disse-lhe que não tinha nada a ver com o que ele costumava fazer! lol

Mr_Lynch disse...

Claudia;
Realço a qualidade de "Uma História Simples", mas prefiro um bom "Blue Velvet", "Lost Highway" ou um excepcional "Mulholland Dr.". São estes o género de filmes do Lynch que habitam o meu subconsciente. Foram eles que me abriram a porta para o mundo "lynchiano"...
Já que falamos em Lynch; foi a SGC
(a "minha" Clarissa) que me baptizou com este nick! Ela sabe da adoração que eu possuo por este senhor. O baptismo de Clarissa foi meu! ;-)
*

claudia disse...

Lá está, os outros filmes, a mim, não me dizem nada. Só me recordo de gajas boas, morenas, louras, ruivas, todas plastificadas e de uma perfeição inatingível. Enfim... Faz-me lembrar uma canção: consome, consome, filho. Cof, cof.

Mr_Lynch disse...

Claudia;
Deste-me uma facada no peito! :-( É realmente assim que vês os filmes do Lynch? Está bem, a Isabella Rossellini, Laura Dern, Sheryll Lee, Patricia Arquette ou Naomi Watts são de facto actrizes muito bonitas; mas não vejo como isso possa interferir nas suas excelentes interpretações nos filmes do Lynch. E os argumentos? E as interpretações inesquecíveis de uma Ann Miller, Piper Laurie ou Diane Ladd, que são umas verdadeiras "stars"? A maravilhosa música de Angelo Badalamenti... Existe tanto a descobrir no Mundo do David Lynch!
*

claudia disse...

David Lynch, só me comove através de A Straght Story, mais nada.

Mr_Lynch disse...

Claudia;
Nem se fala mais nisso! :-)
*

claudia disse...

lol