segunda-feira, setembro 18, 2006

MiNiMaL aRt

A característica do Minimalismo é a justaposição geométrica com significado livre de elementos semelhantes. Uma lâmpada fluorescente presa diagonalmente numa parede; tábuas de madeira não tratadas ou placas de metal dispostas no chão em padrões simples; caixas de metal dispostas em arranjos; cubos e outras formas geométricas básicas de contraplacado, de alúminio ou aço... Esta nova forma de arte surgiu na América em grande parte como reacção ao expressionismo abstracto e à pop art. A designação "minimalismo" deve-se ao filósofo de arte, Richard Wolheim, que num artigo de 1965 com este título, procurava descrever não a última tendência artística, mas um fenómeno geral da arte do século XX, nomeadamente o seu conteúdo artístico minimalista.

"A simplicidade da forma não é necessariamente simplicidade de experiência." (Robert Morris)

Imagem: "White Painting" (1951) de Robert Rauschenberg

2 comentários:

SGC disse...

Tive sempre a impressaõ de q Rauschenberg era tb "pop art".... :-S

N te esqueças q Nyman, em 1965, tb "desginou" a música "minimalista"!:P*

Mr_Lynch disse...

Cara amiga;
Eu penso que o Robert Rauschenberg foi "apanhado" entre a pop art e o minimalismo. Baseando-se na simplicidade, nada pode ser mais minimalista que "White Painting", já "Words Appearing", por exemplo, classifico como pop art.
Certamente que o Nyman designou a musica minimalista. Foi o seu auge (da musica, não do Nyman).
**